Especial Mês da Mulher: Diretoras de Cinema

Diretoras de Cinema

Especial Mês da Mulher: Diretoras de Cinema

Quando falamos em cinema e filmes famosos, logo lembramos de clássicos como O Poderoso Chefão, Clube da Luta, Pulp Fiction, A Lista de Schindler, Bonequinha de Luxo… todos eles dirigidos por homens. Relacionamos como diretores mais conhecidos Quentin Tarantino, Woody Allen, Steven Spielberg, e os brasileiros José Padilha, Fernando Meirelles, Walter Salles, entre outros. Mas, e as mulheres? Sim, elas também tem espaço, ainda que bem menor que os homens na indústria do cinema por enquanto. No Mês da Mulher, irei listar algumas mulheres que se destacam ou se destacaram em seus trabalhos, e hoje, a lista será de diretoras de cinema e seus filmes mais famosos. Prepare a pipoca, o Netflix, ajeite o sofá e vamos lá, conhecer um pouco do trabalho dessas divas.

Laís Bodanzky: Além de ser a diretora do premiado filme “Bicho de Sete Cabeças” e do filme adolescente “As Melhores Coisas do Mundo”, ela também é coordenadora do projeto Tela Brasil, juntamente com seu marido, que consiste em exibir filmes e documentários gratuitamente em cidades em que salas de cinema são inexistentes.
Filmografia: Cartão Vermelho (curta-metragem), Cine Mambembe – O cinema descobre o Brasil (documentário), Bicho de Sete Cabeças, Chega de Saudade, As Melhores Coisas do Mundo.

Anna Muylaert: Anna foi muito falada em 2015, com o premiado filme “Que Horas Ela Volta?”, que conta a história da pernambucana Val, empregada doméstica em São Paulo e a relação entre patrões e empregados, mostrando com sensibilidade a luta de classes. Além desse, Anna ainda trabalhou como roteirista nos programas infantis “Mundo da Lua” e “Castelo Ra-Tim-Bum” (fez o roteiro do Castelo, já é motivo para procurarmos conhecer a obra dessa mulher!)
Filmografia: Que Horas Ela Volta?, Durval Discos, É Proibido Fumar, Chamada a Cobrar, A Origem dos Bebês Segundo Kiki Cavalcante.

Lucia Murat: Presa e torturada na Ditadura Militar Brasileira por conta do envolvimento com o movimento estudantil, dirigiu alguns filmes e documentários, entre eles “Que Bom te Ver Viva”, que traz relatos de mulheres que passaram pela mesma experiência que ela, além do ótimo documentário “A Nação que Nao Esperou por Deus”.
Filmografia: A Nação Que Não Esperou por Deus (documentário), Em Três Atos, Uma Longa Viagem, Quase Dois Irmãos, Brava Gente Brasileira.

Sofia Copolla: A paixão e o talento para o cinema veio de berço. A filha do premiado diretor Francis Ford Copolla começou a carreira ainda bebê, no filme O Poderoso Chefão, dirigido por seu pai, no papel do bebê Michael Rizzi (cena do batizado, uma das mais impressionantes do cinema, lembram?). Atuou em alguns filmes, mas destaca-se na direção de clássicos como “As Virgens Suicidas”, além de trabalhar no roteiro e produção de vários outros.
Filmografia: As Virgens Suicidas, Encontro e Desencontros, Maria Antonieta, Um Lugar Qualquer, Bling Ring – A Gangue de Hollywood

Julie Taymor: Além de dirigir filmes, dirige também musicais da Broadway, como “O Rei Leão”. Entre suas obras, está o icônico “Frida”, com a atriz Salma Hayek no papel da pintora mexicana. Trabalhou como atriz no filme “O Mago – Vida e Obra de Orson Welles”, fazendo o papel dela mesma.
Filmografia: “A Tempestade”, “Across The Universe”, “Frida”, “Titus”.

Samira Makhmalbaf: Filmes iranianos andam em alta na cena mais cult. A principal característica desses filmes são os longos diálogos e uma sensibilidade na história que não se encontra facilmente. A diretora iraniana está em destaque no cinema atual, com o longa “A Maçã”.
Filmografia: “A Maçã”, “As Cinco da Tarde” (excelente!), “11 de Setembro”, “O Ciclista”.

Jennifer Michelle Lee: Vencedora do Oscar de Melhor Animação em 2013 pelo filme “Frozen- Uma Aventura Congelante”, vem se destacando com suas animações, sempre indicadas a prêmios e com alta bilheteria.
Filmografia: “Frozen”, “Detona Ralph”, “Zootopia – Essa Cidade é um Bicho” (breve lançamento).

Lucrecia Martel: A diretora argentina recebeu vários prêmios por seus curtas em festivais internacionais. Um dos seus trabalhos mais notórios é “A Mulher Sem Cabeça”.
Filmografia: “A Aula Vazia”, “Zama”, “A Mulher Sem Cabeça”, “Menina Santa”, “O Pântano”

Ava DuVernay: Começou dirigindo comerciais, mas recebeu a atenção do público e da crítica quando lançou o filme “Selma – Uma Luta Pela Igualdade”, que conta a história de Martin Luther King, sendo vencedora do prêmio de Melhor Canção Original, no Oscar em 2015. Ava foi a primeira mulher negra a ser indicada ao Globo de Ouro na categoria Melhor Direção.

Anne Fontaine: Grande nome no circuito europeu de cinema, Anne alcançou o estrelato ao dirigir “Coco Antes de Chanel”, com a atriz Audrey Tautou no papel da estilista.
Filmografia: “Nathalie X”, “Coco Antes de Chanel”, “A Garota de Mônaco”, “Amor Sem Pecado”, “Gemma Bovery – A Vida Imita a Arte”, “Les Innocentes”

Ficou curioso para conhecer a obra ou rever alguns filmes dessas mulheres incríveis? O Cia dos Descontos possui diversos cupons para Saraiva, Livraria Cultura e Fnac, para comprar mais e gastar pouco.

10/03/2016
Tags: *
Sobre o autor

Fã de esportes, principalmente de futebol americano, formação em Marketing e técnico em Publicidade, adora rock, mas não resiste quando ouve pagode dos anos 90 e sertanejo raiz (sabe todas), tem como livros de cabeceira O Poderoso Chefão e O Apanhador no Campo de Centeio.

centenas de lojas online

533
lojas online

milhares de cupons e ofertas

8326
cupons e ofertas

100% gratuito

100%
gratuito

economize até 70%

70%
descontos de até